top of page
  • Foto do escritorCarolina Martins Vieira

A importância da vacinação contra a gripe para pacientes oncológicos

Atualizado: 16 de mai. de 2023




No dia 4 de abril, iniciou a tão aguardada campanha de vacinação contra a gripe. Após um final de ano complicado, em que muitas pessoas se infectaram, o Ministério da Saúde iniciou essa campanha maravilhosa. Quer saber mais? Então vem entender tudinho por aqui.


Todo ano, o Laboratório Butantan atualiza a vacina da gripe contra as novas cepas circulantes, para que ela seja efetiva e proteja milhões de brasileiros. Esse ano, o imunizante será trivalente e, portanto, eficaz contra as cepas H1N1, influenza tipo B e H3N2. O objetivo dessa campanha é prevenir as complicações da gripe como óbito e internações que em muitos casos sobrecarregam o Sistema Único de Saúde (SUS).


A campanha será dividida em duas etapas. A primeira contemplando idosos (maiores de 60 anos) e profissionais de saúde. A segunda, contemplando, por sua vez, crianças de 6 meses até 5 anos de idade (4 anos, 11meses e 29 dias); gestantes e puérperas; professores, povos indígenas, comorbidades, pessoas com deficiência permanente; forças de segurança e salvamento e forças armadas; caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos e de longo curso; trabalhadores portuários; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; e população privada de liberdade.


É importante lembrar que pacientes oncológicos, especialmente os que estão em tratamento, têm maiores riscos associados à infecção pelo vírus da influenza, sendo a vacina extremamente importante nesta população.


Crianças entre 06 meses a 5 anos de idade que estiverem tomando a dose da gripe pela primeira vez precisam tomar duas doses. Assim, se faz necessário, após a primeira dose agendar a segunda para dali 30 dias da primeira imunização. O Ministério da Saúde também adverte da importância da vacinação contra o sarampo e, portanto, todas as crianças e brasileiros que ainda não se imunizaram devem se imunizar na Unidade de Saúde Básica mais perto de casa. A vacina para o sarampo é atenuada, contendo vírus vivos "enfraquecidos". Desta forma, não pode ser aplicada em pacientes imunossuprimidos, como pacientes em quimioterapia.


Espero que todos vocês que foram contemplados pela campanha da vacinação de gripe se vacinem. E lembrem-se, gripe mata, portanto vacina é vida!

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page