top of page

A importância da vacina contra a gripe em pacientes oncológicos

Prefeitura de Belo Horizonte inicia campanha de vacinação contra a gripe

Desde o dia 3 de abril, a Prefeitura de Belo Horizonte iniciou a campanha de vacinação contra a gripe. Nessa primeira etapa, serão vacinados idosos a partir de 80 anos, população acamada, residentes nas instituições de longa permanência, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde e imunossuprimidos (incluindo pacientes com câncer em atividade e/ou recebendo tratamento oncológico).


Pacientes oncológicos devem sim receber esta vacina, pois correm maior risco de infecção grave pelo vírus influenza. Mesmo sabendo que a imunossupressão provocada pelo tratamento pode atrapalhar o desenvolvimento da imunidade contra o vírus, a vacina é recomendada para pacientes oncológicos.


Quanto à segurança, tanto a vacina trivalente fornecida pela rede pública, quanto a quadrivalente (que protege contra quatro cepas virais) vendida na rede privada, são compostas por vírus inativados, ou seja, não trazem risco de provocar a infecção.


Em relação a contra-indicações: pessoas alérgicas às proteínas do ovo, uma vez que o processo de produção dessas vacinas se utiliza de ovos e pessoas que desenvolveram alergias às vacinas oferecidas nos anos anteriores.


Aproveito para reforçar que os grupos já convocados para receber a vacina contra a gripe também podem se imunizar contra a COVID-19, com a vacina bivalente, na mesma ida ao Centro de Saúde.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page