top of page
  • Foto do escritorCarolina Martins Vieira

Abril Amarelo: a importância do diagnóstico precoce do câncer ósseo




A campanha desenvolvida no mês de abril visa promover conscientização sobre o câncer ósseo (principalmente o osteossarcoma). Esse tumor pode se desenvolver inicialmente em diversos locais, sendo o mais comum no joelho. Trata-se de uma doença sobre a qual não é conhecida a causa, portanto, ainda não se sabe como prevenir, mas pode ter uma alta possibilidade de cura se detectada precocemente. Aí que entra a campanha Abril Amarelo. É preciso despertar na população a atenção para a possibilidade da doença, seja conhecendo os sintomas ou entendendo como diagnosticar.


O osteossarcoma, tipo mais comum em crianças e adolescentes, é um câncer que se desenvolve nas células primitivas dos ossos. Crianças e adolescentes também podem ser acometidos pelo Sarcoma de Ewing, que se desenvolve nas extremidades inferiores, pelve, parede torácica, extremidade superior, coluna, mão e crânio. Outros tipos de neoplasias, como o condrossarcoma, são mais comuns em adultos.


Os sintomas do câncer ósseo são bastante inespecíficos, podem ser discretos e incluem fraturas recorrentes, inchaço, fadiga, dor óssea e perda de peso repentina. Crianças devem ter seu crescimento e peso sempre acompanhados por pediatras, uma vez que a dor óssea pode ser confundida com dores comuns do crescimento.


Caso haja a suspeita, o diagnóstico de câncer ósseo deve ser confirmado por ortopedista, através de biópsia. O paciente com diagnóstico confirmado será submetido a exames posteriores a fim de ser tratar um plano terapêutico, que pode incluir quimioterapia, radioterapia e cirurgia. Quanto mais precocemente esse diagnóstico for realizado, maior a probabilidade de cura desse paciente.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page