top of page
  • Foto do escritorCarolina Martins Vieira

Câncer de mama: quais os principais fatores de risco e de prevenção?

Doença não tem somente uma causa. Idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença

Iniciamos o Outubro Rosa, mês de conscientização do câncer de mama. Devemos aproveitar a oportunidade para  atuar na prevenção primária, diminuindo as chances de surgimento da doença, levando em consideração os fatores de risco e de proteção.


Em relação à prevenção secundária, que é diagnosticar o câncer de forma precoce, antes dele ocasionar sintomas, o exame mais indicado para o rastreamento é a mamografia. De acordo com o Ministério da Saúde, este exame deve ser realizado a cada 2 anos, pelas mulheres entre 50 e 69 anos de idade. De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia, o exame deveria ser anual a partir dos 40 anos. Felizmente, nos últimos anos, melhorias no tratamento, associadas ao diagnóstico precoce, vem diminuindo a mortalidade associada ao câncer de mama.

Esclareço abaixo algumas dúvidas em relação ao câncer de mama. Conto com as dúvidas/perguntas de vocês para as próximas semanas. 


1. Qual a incidência anual de câncer de mama no Brasil?

O câncer de mama corresponde ao tipo de neoplasia mais comum na mulher (excetuando-se os tumores de pele não melanoma).No Brasil, as estimativas do INCA são de 66.280 novos casos de câncer de mama para 2020, correspondendo a 29,7% das neoplasias em mulheres

2. Por que o câncer mama ocorre? 

O câncer de mama não tem somente uma causa. A idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença (cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos). Entram nos fatores de riscos aqueles relacionados à história reprodutiva da mulher, aqueles relacionados aos hábitos de vida e os fatores genéticos.


3. Quais são os fatores de risco  endócrinos ou relativos à história reprodutiva?

Estas situações referem-se ao estímulo do hormônio estrogênio produzido pelo próprio organismo ou consumido por meio do uso continuado de substâncias com esse hormônio. Esses fatores incluem: história de menarca precoce (idade da primeira menstruação menor que 12 anos); menopausa tardia (após os 55 anos); primeira gravidez após os 30 anos; nuliparidade (não ter tido filhos); terapia de reposição hormonal pós-menopausa por tempo prolongado.

4. Quais são os fatores de risco relacionados aos hábitos de vida? 

Estes incluem ingestão de bebida alcoólica, sobrepeso e obesidade após a menopausa e exposição à radiação ionizante (tipo de radiação presente na radioterapia e em exames de imagem como raios X, mamografia e tomografia computadorizada).


5. O que são os fatores de risco genéticos/hereditários?

São aqueles relacionados à presença de mutações em determinados genes transmitidas na família, especialmente BRCA1 e BRCA2. Mulheres com histórico de casos de câncer de mama em familiares consanguíneos, sobretudo em idade jovem; de câncer de ovário ou de câncer de mama em homem podem ter predisposição genética e são consideradas de risco elevado para a doença.


6. Quais seriam os fatores de proteção? 

Amamentação, alimentação saudável e prática de atividade física.


Tem dúvidas ou sugestões? Envie email para carolinavieiraoncologista@gmail.com 

32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page