top of page
  • Foto do escritorCarolina Martins Vieira

Como o oncologista pode atuar na prevenção do câncer

Obesidade, tabagismo e sedentarismo são responsáveis por mais da metade dos casos de câncer no mundo


O Dia Mundial de Combate ao Câncer é celebrado em 8 de abril. A data é importante para conscientização sobre a doença, que já é a que mais mata em países desenvolvidos e a segunda em mortalidade no Brasil.


Como sempre falamos aqui na coluna, o câncer é uma doença multifatorial, sobre a qual devemos considerar uma predisposição genética, mas também dar um peso maior para os fatores externos, ou seja, hábitos de vida. A obesidade, o tabagismo e o sedentarismo são responsáveis por mais da metade dos casos de câncer no mundo.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), os tipos de câncer que mais atacam os brasileiros são: câncer de pele, câncer de próstata, câncer de mama, câncer de cólon e reto, câncer de pulmão e câncer de estômago.


O médico oncologista pode ser procurado para tirar dúvidas e esclarecimentos sobre a prevenção do câncer, e não somente quando há alguma suspeita (ou confirmação) da doença. Ele é habilitado a avaliar os exames preventivos indicados para cada paciente, incluindo mamografia, papanicolau, colonoscopia, entre outros, assim como a idade para se iniciar estes exames e a frequência com que devem ser realizados.


Existem recomendações de especialistas para definir a melhor forma deste rastreamento para câncer (check up oncológico), mas devem ser levados em consideração fatores como idade, comorbidades (outros problemas de saúde), história familiar e hábitos de vida.


Se exercite, tenha uma alimentação saudável e não fume. Conte com o oncologista não somente para tratar o câncer, mas também para atuar em sua prevenção.



Tem alguma dúvida ou gostaria de sugerir um tema? Escreva pra mim: carolinavieiraoncologista@gmail.com

16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page