top of page
  • Foto do escritorCarolina Martins Vieira

Incidência de câncer e ferramentas para avaliar impacto da doença no mundo

Pandemia resultou em atrasos no diagnóstico e tratamento das neoplasia

Em todo o mundo, cerca de 19,3 milhões de novos casos de câncer (8,1 milhões excluindo câncer de pele não melanoma) e quase 10 milhões de mortes por câncer (9,9 milhões excluindo câncer de pele não melanoma) ocorreram em 2020. Um em cada cinco homens ou mulheres desenvolve a doença ao longo da vida, e um em cada oito homens e uma em cada 11 mulheres morrem dela.


Globocan (sigla para Observatório Global do Câncer) é uma ferramenta da Organização Mundial de Saúde que compila dados de 185 países e 36 tipos de câncer (assim como todos os cânceres combinados), por idade e sexo. O perfil do câncer, globalmente e por região do mundo, é construído usando as melhores fontes disponíveis de dados de incidência e mortalidade por câncer em um determinado país. Para ambos os sexos combinados, os dez principais tipos de câncer são responsáveis %u200B%u200Bpor mais de 60% dos casos de câncer recém-diagnosticados e mais de 70% das mortes por câncer.


O câncer de próstata é o de ocorrência mais frequente e o de pulmão a principal causa de morte por câncer em homens. Em seguida, na incidência vem o câncer colorretal. E, em mortalidade, vem hepatocarcinoma e câncer colorretal. O câncer de mama é o mais comumente diagnosticado e a principal causa de morte por câncer, seguido por câncer colorretal e de pulmão para incidência e vice-versa para mortalidade. Entre as mulheres, o câncer de mama é responsável por um em cada quatro casos de câncer e por uma em cada seis mortes por câncer.


Em 2025, 59% dos novos casos de câncer e 68% de todas as mortes por câncer serão no mundo em desenvolvimento. Embora países de média e baixa renda representem cerca de 86% da população mundial, apenas 6,2% dos gastos com câncer ocorrem nestes países.


Em relação às estatísticas de câncer, a pandemia pela COVID-19 resultou em atrasos no diagnóstico e tratamento das neoplasias. O fechamento do sistema de saúde, incluindo suspensão de programas de triagem e disponibilidade e acesso reduzidos, impactou de forma negativa na esfera oncológica.


Como podemos diminuir então os casos de câncer? Atuar em prevenção primária, com controle de obesidade, estímulo à atividade física, cessação de etilismo/tabagismo, além de vacinação para hepatite B e HPV, vírus que estão associados ao surgimento de câncer. Além disso, retomar exames relativos à prevenção secundária (rastreamento), incluindo papanicolau, colonoscopia e mamografia. Se cuide, faça sua parte e não deixe de visitar seu médico (a).



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page